Exercícios para iniciação ao violão popular

Exercício com a canção “Pra não dizer que não falei das flores”

Siga o curso Violão Popular

Clique na imagem – aulas em slides

Os acordes Am e G (lá menor e sol), são suficientes para iniciarmos, ao violão, alunos de todos as preferências musicais, pois eles fazem parte dos mais variados repertórios e gêneros musicais. A canção “Pra não dizer que não falei das flores” (caminhando e cantando), de Geraldo Vandré, pode ser tocada com esses dois acordes.

Deslize as unhas dos dedos anelar, médio e indicador da mão direita, pelas cordas; ou a palheta seis vezes em cada acorde, até conseguir trocar de acordes com facilidade, ou dedilhe na ordem p i m a m i duas vezes em cada acorde, até trocar de acordes com facilidade.

Os dedos: mão esquerda:  1 (indicador), 2 (médio), 3 (anelar), 4 (mínimo); e mão direita: p (polegar), i (indicador ), m (médio), a (anelar).

3/4 |     Am      |       %        |         G         |       %         |…

Atenção: Mantenha o andamento ao trocar de acorde.

Exercício com a canção “Que Maravilha”

Os acordes C, Dm, Em e F (dó, ré menor, mi menor e fá) formam os primeiros quatro compassos da melodia da canção ”Que Maravilha”, de Toquinho e Jorge Benjor. Toque com as unhas, ou com a palheta, duas vezes em cada acorde até conseguir  alcançar facilidade, ou dedilhe na ordem p i m a duas vezes em cada acorde, até trocar de acordes com facilidade.

Acordes C Dm Em F (3 alternativas)Dedos da mão esquerda: 1 = indicador / 2 = médio / 3 = anelar / 4 = mínimo.   

Dedos da mão direita: p = polegar / i = indicador / m = médio / a = anelar. 

2/4 |      C       |     Dm        |      Em         |        F         ||                                               

Mantenha o andamento, contando 1 2, na troca de acordes.

Exercício com a canção “Palco”

Os acordes aprendidos nos exercícios nº1 e nº2, para violão popular, formam um grupo de seis acordes que são o limite harmônico de grande parte dos gêneros musicais populares; rock, pop, sertanejo, folclórica, etc.. A música “Palco”, de Gilberto Gil, mostra a aplicação deste seis acordes na ordem original em que eles se apresentam dentro de sua escala de formação, chamada “Escala Diatônica”. 

Toque com unhas, ou palhetas, duas vezes em cada acorde ou dedilhe na ordem p i m a uma vez em cada acorde.

4/4 |    C    Dm   |    Em    F    |    G    Am    |

Exercícios com as canções “Lenha” e “Velha Infância”

Os acordes C, Dm, Em, F, G e Am, constituem uma formação elementar, na qual, grande parte dos gêneros musicais limitam suas composições. Vamos analisar esse grupo de acordes como tons, podendo ser do modo maior ou do modo menor relativo. 

  • Modo maior: C (dó) é o centro desse grupo; tom Dó maior. 
  • Modo menor: Am (lá menor) é o centro desse grupo; tom Lá menor.

A maioria das músicas começam e terminam com o acorde que dá nome ao tom em que ela foi composta. As músicas “Lenha”, de Zeca Baleiro e ”Velha Infância”, dos Tribalistas, são exemplos perfeitos, elas começam e terminam com os acordes que nomeiam seus tons. Veja os exemplo nos tons  Dó maior e Lá menor:

Lenha               4/4 |       C           |        G          |       F         |       C          ||

Com palheta ou unhas , toque quatro vezes em cada acorde.

Velha Infância   12/8 |     Am         |       Dm        |       G         |      Am        ||

Dedilhe na ordem p i m a m i, duas vezes em cada acorde. Com palheta, toque quatro vezes em cada acorde, ou doze vezes em cada acorde, alternado palhetadas para baixo e para cima e acentuando as seguintes palhetadas: 1ª, 4ª, 7ª e 10ª.

Leitura de desenhos de acordes, em quais cordas se devem tocar

Leitura dos Desenhos de Acordes

Responda o questionário abaixo e envie para avaliação:

 Licença Creative Commons JuarezBarcellos.WordPress.com de Juarez Barcellos de Paula, licenciado sob uma licença CreativeCommonsAtribuiçãoNãoComercialCompartilhaIgual3.0NãoAdaptada.

Anúncios

10 opiniões sobre “Exercícios para iniciação ao violão popular

  1. _Olà Juarez,como passa ?
    Tenho uma pergunta que é a seguinte:
    No exercício PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES,como sei as batidas?
    Senti falta desse detalhe no exercício das músicas, o que devo fazer?!
    Abç

    • Olá Douglas, vou muito bem, graças a Deus, obrigado! Creio que você também!

      Esse exercício é realmente para iniciação. Quando escrevi “contar seis vezes em cada acorde”, estava simplificando ao máximo a pulsação rítmica, portanto, as “batidas” estão limitadas a essas seis vezes, ou seis tempos, ou ainda, seis pulsos, em cada acorde, ou três em cada compasso (dois compassos de três tempos para cada acorde).

      Resumindo:
      Pode-se palhetar seis tempos (6 vezes) para baixo (da sexta para a primeira corda).
      Pode-se alternar a palhetada para baixo e para cima seis tempos (seis vezes).

      Lembre-se, ainda não é um exercício para cantar e tocar ao mesmo tempo, é apenas uma iniciação, portanto deve ser muito simples.
      Espero ter ajudado, qualquer dúvida, pode contactar.

      Felicidade.

  2. boa tarde,
    juarez barcellos
    qual o conceito basico para aprender o basico do violao iniciante,para tocar os primeiros acordes?
    porque que nos acordes maiores ou menores tem este tipo de traço(-) e qual o significado dele?
    me ajude por favor já procurei e não encontrei me der uma luz.Obrigado!

    • Olá, Miscilene.

      Inicialmente é fundamental contar 4 tempos para cada acorde – 4 tempos é a fórmula mais usada. Cada tempo tem a mesma duração (aproximadamente 1 segundo) . Pode tocar com uma palheta ou com as unhas dos dedos indicador, médio e anelar da mão esquerda.
      Os acordes maiores são cifrados apenas com a letra correspondente a ele. Ex.: acorde de dó maior = C || acorde de mi maior = E
      Os acordes menores são cifrados com a letra correspondente ao seu nome e com um m (eme) minúsculo ou um traço ( – ).
      Os acordes são formados por três notas basicamente: fundamental, terça e quinta.
      A fundamental dá nome ao acorde. Ex.: no acorde de dó a fundamental é a nota dó.
      A terça é a terceira nota a partir da fundamental (primeira). Ex.: no acorde de dó a terça é mi, porque na escala a ordem é dó (1ª) ré (2ª) mi (3ª).
      O diferencia o acorde maior do menor é a terça, pois ela pode ser maior ou menor. Para entender isso é preciso saber que existem sete notas musicais com intervalos (distâncias) entre si, essas distâncias, ou intervalos, são chamados de tons e semitons. Veja as doze notas e os intervalos:
      DÓ (1 tom) RÉ (1 tom) MI (1/2 tom) FÁ (1 tom) SOL (1 tom) LÁ (1 tom) SI 1/2 (tom) DÒ.

      A nota DÓ é a fundamental do acorde C
      A nota MI é a terça do mesmo acorde C
      Para saber se é maior ou menor somam-se os valores dos intervalos existentes entre a fundamental (dó) e a terça (mi) do acorde: DÓ (1 tom) RÉ (1 tom) MI = 2 tons.
      Para acordes maiores a terça tem 2 tons
      Para acordes menores a terça tem 1 tom e 1/2. Veja o exemplo: DÓ (1 tom) RÉ (1/2 tom) MIb (mi bemol)

      A nota mib (mi bemol) está localizada entre as notas ré e mi: RÉ (1/2 tom) MIb.

      Na verdade existem doze notas, porém, cinco delas não têm nomes definidos, elas recebem os nomes das notas vizinhas acrescidas do sinal # (sustenido) ou do b (bemol).

      Para melhorar esse entendimento veja as aulas:
      https://juarezbarcellos.wordpress.com/2013/01/02/pauta-ou-pentagrama-com-espacos-e-linhas-suplementares/
      https://juarezbarcellos.wordpress.com/2013/12/07/intervalos/

      Espero ter ajudado. Pode continuar a perguntar se quiser e precisar.

Comentários e perguntas - acrescente sua cidade e estado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s