A textura do arranjo musical

O resultado do arranjo, envolvendo todos os aspectos contextuais que, somados e organizados, formam um corpo sonoro a ser explorado expressando o sentimento proposto para uma obra, ou trecho musical. É o entrelace do tecido sonoro em seus aspectos harmônico, rítmico e melódico, gerando simultaneamente um resultado em arranjo musical. Estudos sobre textura apresentam pequenas divergências considerando a tendência e a formação do músico. As formas de textura para elaboração de arranjos e seus aspectos são apresentadas como monofonia, homofonia, polifonia e heterofonia, observando que o contraponto é empregado na polifonia e a melodia acompanhada na homofonia. As texturas também podem ser compostas geradas das combinações dessas formas criando novos modelos alternativos. Conheça as diferenças básicas entre as texturas monofônica, homofônica, polifônica e heterofônica.

Anúncios

4 opiniões sobre “A textura do arranjo musical

  1. Pingback: Monofonia, homofonia, polifonia e heterofonia | Juarez Barcellos

  2. Pingback: Arpejos dedilhados – 1ª aula | Juarez Barcellos

  3. Pingback: Arpejos dedilhados – 2ª aula | Juarez Barcellos

  4. Pingback: Arpejos dedilhados para violão | Juarez Barcellos

Comentários e perguntas - acrescente sua cidade e estado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s