Partitura para Tico-Tico no Fubá

Esta é a melodia simples de “Tico-Tico no Fubá”, com harmonia cifrada, para estudo e organização de repertório. A obra de Zequinha de Abreu está em domínio público, pois no Brasil, após 70 anos do falecimento do autor, sua obra deixa de ter direitos autorais, se tornando pública, ou seja, de uso livre.

José Gomes de Abreu, “Zequinha de Abreu”, nasceu em Santa Rita do Passa Quatro, no interior paulista, no ano de 1880. Em 1896, abandonou o seminário episcopal na capital paulista, retornou à sua cidade natal e foi trabalhar na farmácia de seu pai. Em 1919 voltou para a cidade de São Paulo, onde trabalhou como pianista demonstrador, integrante de orquestra, além de exibir suas composições e vender partituras. De formação modesta, mas com talento incontestável, Zequinha de Abreu foi compositor, instrumentista e regente de bandas e orquestras, e teve reconhecimento prolongado por sua obra prima, o “Tico-Tico no Fubá”. Em 1935, ele faleceu de ataque cardíaco num quarto de hotel em São Paulo.

Este trabalho foi elaborado em duas páginas noMuseScore 1.3”, que é um software livre para edição de partituras, e está disponível em PDF, para baixar livremente. Nesta versão, o tom é Mi menor, com modulação para Mi maior na segunda parte.

Referências: Dicionário Cravo Albin | UOL Educação | Wikipédia | A Arte de Tocar

Tico-Tico no Fubá - em Mi menor - pág 01Tico-Tico no Fubá - em Mi menor - pág 02

Anúncios

Comentários e perguntas - acrescente sua cidade e estado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s