Propriedades Sonoras

As propriedades sonoras são: altura, duração, intensidade e timbre.

Altura: Altura em música é a localização do som dentro da percepção de graves e agudos. O som de um violão está entre o grave e o agudo (notas médias), o som da flauta e do violino são agudos (notas altas), e o som dos contrabaixos e da tuba são graves (notas baixas).  

Duração: A duração não é uma qualidade sonora, e sim uma propriedade, por estar ligada unicamente à quantidade de tempo que um som produzido permanecerá soando. No estudo da música, as figuras de valores são unidades utilizadas para determinar a permanência do som no tempo atendendo às necessidades da composição ou do arranjo musical. As unidades de valores em uso atual são: semibreve, mínima, semínima, colcheia, semicolcheia, fusa e semifusa.

Intensidade: É a força empregada na emissão de uma ou mais notas musicais, medida em decibel, e sua representação é feita por sinais específicos chamados de sinais de dinâmica. É capacidade que o som tem de se apresentar forte ou fraco, ou ainda, em escalas de forte ou fraco. A intensidade é a também chamada de volume.

Timbre: O timbre é a qualidade, ou propriedade, que característica o som quanto à sua fonte, nos dando uma referência quanto ao instrumento musical usado na emissão de uma ou mais notas. Dois instrumento musicais iguais podem oferecer variação no timbre.

Anúncios

Uma opinião sobre “Propriedades Sonoras

  1. Pingback: Qualidades Sonoras | Juarez Barcellos

Comentários e perguntas - acrescente sua cidade e estado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s